A cerca de 2,5 milhões de anos há indícios de evolução humana devido as primeiras ferramentas de pedras. Em torno de 2 milhões de anos os humanos começaram a migrar da África para a Eurásia e por volta de 500 mil anos surge, na Europa e no Oriente Médio, a espécie de Neandertal. Finalmente a cerca de 200 mil anos ocorre o surgimento do Homo sapiens na África Oriental.
Os neandertais foram extintos a mais de 30 mil anos, inúmeras teorias são levantadas sobre a real extinção dessa espécie. Acredita-se que devido a sua anatomia eram mais lentos e não conseguiam lutar muito bem, podendo assim terem sido extintos pelos Homo sapiens em constantes batalhas ao longo dos milênios.
O que podemos afirmar é que nossa espécie Homo sapiens sapiens sofreu inúmeras transformações até chegar a uma evolução anatomicamente e fisiologicamente semelhante a que conhecemos na atualidade. A sociedade moderna não se compara aos caçadores-coletores em questão cultural, porém o corpo é bem semelhante. Estou ressaltando isso para mostrar que nossos corpos foram desenvolvidos para se locomoverem de forma eficiente, sendo a caminhada e a corrida algo imprescindível para a sobrevivência de nossa espécie.
Todos nós fomos feitos para se movimentar, principalmente correr. Na natureza precisamos correr para alcançar a presa ou correr para fugir de alguma ameaça.
Sendo assim, a evolução humana está relacionada com a evolução da corrida, pois todas as tribos usavam a corrida como forma de sobrevivência e, talvez, os neandertais não foram eficazes o suficiente para desenvolverem uma estratégia de sobrevivência.
O que precisamos ser alertados é que a corrida pode salvar vidas, porém a sociedade moderna está mais preocupada com outras prioridades do que com a própria sobrevivência. Exercício é saúde e isso precisa ser divulgado.